25.2.08

Nada

Por vezes é bom ouvir o que não queremos ouvir, e calar o que queremos dizer.
Uma boa palmada, dada no momento certo, faz maravilhas. Abana-nos os neurónios fazendo-nos ver o que não conseguiamos ver antes, quando estavamos tão embrenhados no nosso umbigo. Uma boa palmada faz-nos acordar para a vida, e vê-la a acontecer ao nosso redor, veloz, numa fugacidade inebriante.
A vida não acaba só porque nós não queremos fazer parte dela. O mundo não desaparece só porque nós desaparecemos do mundo.
Enquanto indivíduos somos nada, mas como conjunto de indivíduos somos parte de algo que é muito mais e muito maior.

“Não sou nada, nunca serei nada, não posso querer ser nada, à parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.”
Álvaro de Campos

Quero adormecer e acordar daqui a 5 mil anos. Pode ser?

5 comentários:

RV disse...

Ai,ai,ai...
somos mas temos acima de tudo ser MUITO, é uma questão de encontro.
Coragem p o encontro ctg mesma, sendo os abanões parte integrante do caminho a pescorrer,

força,:)

whitesatin disse...

Eu vou, eu vou...que remédio...não posso adormecer, ainda...há tanto para fazer. Tenho ainda 20 anos para corrigir/melhorar os últimos 20. Vinte anos para ser mais e melhor. Pode ser que resulte...logo se vê :)

Druiel disse...

Infelizmente não!
Mas mesmo que tal podesse acontecer ... não acordarias com as mesmas ""angustias"" de agora?

Não tem mal desligar-nos da vida de vez em quando, desde que não o façamos permanentemente.~

Bjinhos

whitesatin disse...

Druiel, as "angústias" fazem parte do ser. E, ironicamente, são elas que me impulsionam a querer mais e melhor.
(Se soubesses o quão fartinha eu ando deste mundinho...!)
A minha vã esperança resiste na ideia de que, a humanidade (e consequentemente o indivíduo) poderá vir a ser mais e melhor daqui a 5 mil anos.

Um abraço

Druiel disse...

esperemos bem que sim!
Mas já agora gostaria não de adormecer, mas de reencarnar.

Bjinhos